Afinal de contas, o que é ser um bruxo?

Durante toda nossa vida os bruxos foram categorizados como praticantes do mal e que cultuavam os demônios. Graças a Igreja Católica, as bruxas foram caçadas durante séculos e por que? Porque cultuavam uma Deusa. Isso era completamente inaceitável em um regime patriarcal.

“Na visão espiritual de nosso mundo moderno, a feminilidade há muito tempo não é
considerada tão sacra quanto a masculinidade. A mulher, em todas as religiões patriarcais — o cristianismo e o islamismo em particular — é vista como aquela que traz o pecado, a traição, a armadilha ao sexo “santo”. Mais próxima da animalidade, pela menstruação e parto, e da terra. Como pode haver um deus feminino?, as pessoas indagam. As bruxas dizem que o parto é o ato criativo original, e que os seres pré-históricos adoravam tanto os deuses quanto as deusas (principalmente as deusas) desde tempos imemoriais. Isto está descrito nas mitologias mais antigas, e identificado por inúmeras figuras e esculturas de deusas, descobertas em sítios arqueológicos, no mundo inteiro.” (BETH, Rae)

No parágrafo anterior, fiz uma breve busca à história da Bruxaria, mas não vou me ater aos detalhes pois farei um post específico sobre isso em outro momento. Citei apenas para nos situar.

As bruxas não possuem verrugas e não são necessariamente velhas. Nem usam chapéus pontiagudos ou voam em vassouras. Uma bruxa pode ser sua vizinha que adora estudar sobre ervas, sua tia que faz coleções de cristais.

O que faz um bruxo? Pratica magia. Os bruxos podem trabalhar em conjunto ou serem solitários (nome que se dá ao bruxo que pratica magia sozinho ou com um companheiro(a)). Sua magia consiste em curar e ajudar. Porém, para ser um bruxo, precisa-se de muito estudo e dedicação. Não necessariamente viver com a cara nos livros, mas precisam ler, se informar, escrever, observar e criar. Criar? Mas como? O verdadeiro bruxo não precisa de feitiços prontos, ele os cria. Mas os feitiços prontos não funcionam? Claro que funcionam, mas com o passar do tempo, algumas práticas mágicas vão fazendo mais sentido para o bruxo e o mesmo já nem precisa mais de consulta, simplesmente vem naturalmente. Para ser bruxo precisa ser mulher? Não, qualquer ser humano independente do sexo ou orientação sexual pode ser bruxo.

Quero ser bruxo, por onde começo? A bruxaria tem muitas vertentes e não há exatamente uma certa para começar. Sugiro que leia muito, leita autores diferentes, com ideias diferentes, não é legal só ler um autor pois assim como muitas coisas na vida, ter várias visões diferentes sobre a mesma coisa expande nosso conhecimento. Leia sobre a história da bruxaria, sobre instrumentos mágicos, cristais, tarot, oráculos, deuses e etc. Vou deixar no blog algumas indicações de leituras com o passar do tempo. Espero que encontrem e se surpreendam bastante com esse mundo vasto que é a Magia.

Fonte: BETH, Rae. A Bruxa Solitária.

Anúncios

Publicado por

begniss

Meu nome é Feline Vesperum (nome mágico e usado para fins bruxescos). Sou bruxa natural e atuo sozinha, não possuo nenhum coven. Esse blog foi criado com o intuito de ser como um livro das sombras online e também para ajudar os iniciantes na prática da magia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s