Magias para cada fase da Lua

Esse post é bem introdutório e de fácil acesso por todos, apenas para situar um pouco sobre a magia no Sistema Lunar, para iniciantes não cometerem erros na hora de escolher um feitiço.

Lua Nova: Faça magias que deem impulso à algo novo: projeto, relacionamento, emprego e etc.

Lua Crescente: Faça magias que visem o desenvolvimento e melhoras das situações: financeiro, emocional, espiritual, etc.

Lua Cheia: Faça magias de atração: amor, poder espiritual, intuição, conexão com guias e mentores.

Lua Minguante: Faça magias ligadas a banimento de vícios, negatividade, ataques psíquicos, tudo que deseja pra longe de você.

009539a88b2f6aa30b201c380eaaeac1

Fonte: http://www.magianodiaadia.com/2017/07/fases-da-lua.html?spref=pi

Feitiço de Auto Empoderamento

Para este feitiço, você precisará de uma vela branca fina, óleo de patchouli e uma caneta esferográfica.

Comece traçando o círculo mágico (opcional). Em seguida, escreve na vela com a caneta aquilo que você acredita trazer mais poder a si mesma. Não pense em nada muito complicado. Lambuze a vela com óleo de patchouli e coloque-a no castiçal sobre o altar. Espalhe o óleo nos pulsos e tornozelos e remova qualquer resquício de óleo das mãos. Acenda a vela e recite o que escreveu três velas em voz alta. Foque sua consciência na vela. Imagine a força poderosa que vê entrar em sua vida pela chama da vela. Feche os olhos e imagine-se recebendo a força agora. Concentre-se de novo na força de forma suave, sempre que se desviar do foco. Faça isso pelo menos vinte minutos. Quando terminar, desfaça o círculo. Deixe a vela queimar até o fim e com segurança.

3d3205396ee580c3dd0741768d53a041

FONTE: KNIGHT, Sirona. Um feitiço por dia.

Sabbats

Há oito festivais que compõem a roda do ano, eles são chamados de Sabbats. Há os equinócios e o solstícios que são chamados de Sabbats menores e marcam as estações do ano. Os quatro grandes Sabbats são: Imbolc, Beltane, Lunasa e Samhain. Os quatro pequenos são os equinócios e solstícios.

Nos equinócios, a corrente de poder é forte e especialmente boa para encantamentos sobre uma ideia de crescimento. As marés dos solstícios são mais calmas, altura para reunir a energia e louvar. Os grande Sabbats libertam correntes de energia em cada quarto do ano.

7dcd4af0c08015b9555435ce4bd3fb56

Samhain (1 de maio no Hemisfério Sul e 31 de outubro no Hemisfério Norte), pronunciado sou-en, e hoje chamado de Halloween, marcava o fim do ano celta. O ano novo começava, de fato, ao por do sol do dia 31 de outubro. O ritual era conhecido por Noite dos Antepassados ou Festa dos Mortos. Uma vez que o véu entre os mundos é mais fino nesta noite, esta altura era, e é excelente para a adivinhação. São realizadas festas em memórias dos antepassados mortos como afirmação da vida que continua. É o tempo de resolver problemas, de jogar foras velhas ideias e influências.

Yule (21 de junho no Hemisfério Sul e 21 de dezembro no Hemisfério Norte) é o solstício de inverno. É o tempo da morte e do renascimento do Deus Sol. Os dias são menores e o sol está no seu ponto mais baixo. A lua cheia depois de Yule é considerada a mais poderosa do ano todo. Este ritual é um festival de luz, com tantas velas quanto possível sobre o altar ou perto dele, saudando a Criança Sol.

Imbolc (1 de agosto no Hemisfério sul e 1 de fevereiro no Hemisfério Norte) é o tempo das limpezas e dos cordeiros recém nascidos. É um festival da virgem, de preparação para o crescimento e renovação.

Ostara (22 de setembro no Hemisfério sul e 21 de março no Hemisfério Norte). Em Ostara, luz e sombras são equilibradas. A luz da vida se eleva e o Deus quebra as correntes do inverno. A Deusa é a virgem e o Deus renascido é jovem e vigoroso. O amor sagrado da Deusa e do Deus é a promessa do crescimento e da fertilidade.

Beltane (31 de outubro no Hemisfério Sul e 1 de maio no Hemisfério Norte). É, em primeiro lugar, um festival de fertilidade, com encantamentos naturais e oferendas a plantas silvestres e elementais. Um tempo de grande magia, bom para todas as adivinhações e para construir um santuário no jardim ou bosque. Os guardiões do lar devem ser honradas nessa data.

Litha (21 de dezembro no Hemisfério Sul e 21 de junho no Hemisfério Norte).  A Deusa é a rainha do verão e o Deus, um homem de extrema força e virilidade. O sol começa a minguar e o Deus começa a seguir rumo ao País de Verão. A Deusa é pura satisfação e mostra isso através das folhas verdes e das lindas flores do verão.

Lammas (2 de fevereiro no Hemisfério Sul e 1 de agosto no Hemisfério Norte). Em Lammas, da á luz, e o Deus novamente morre pela Deusa. A Deusa precisa de sua energia de vida para que a vida possa crescer e prosseguir. O Deus se sacrifica para que a humanidade seja nutrida, mas através do grão ele renasce. No ápice de sua abundância, ele retorna através dela.

Mabon (21 de março no Hemisfério Sul e 22 de setembro no Hemisfério Norte). Em Mabon, as luzes e as trevas se equilibram novamente;porém o Sol começa a minguar mais rapidamente. O Deus torna-se então o Ancião, o Senhor das Sombras.

Fonte: CONWAY, D. J. A magia celta.

Sabbats

Círculo mágico

Para quase todas as culturas, o círculo é símbolo de infinidade e eternidade. Não tem início e nem fim. Quando desenhado corretamente, o círculo transforma-se numa mandala, ou desenho sagrado, sobre o qual o bruxo se encontra.

Na magia, o círculo é traçado para proteção do bruxo contra forças ou espíritos perigosos. Quando corretamente traçado, transforma-se numa fronteira invisível, tendo poder neste e em outros domínios. A energia dessa fronteira mantém afastadas as influências negativas e retém o poder que o bruxo desperta até que ele esteja pronto para o libertar. O círculo é uma área neutra de trabalho, capaz de regenerar e ampliar o tipo de poder que o bruxo cria.

Antes de traçar o círculo, é bom conferir se você tem tudo que precisa dentro do mesmo. É imprudente atravessar o círculo após traçado e fechado. Gatos podem atravessar o círculo sem interferir  a corrente de poder. Quando for fazer o círculo, é necessário total concentração, sem distrações desnecessárias. Se você não estiver concentrado, o círculo simplesmente não será feito.

Para traçar esse círculo, você precisa dominar um pouco de concentração e visualização. Precisa focalizar sua energia interior e passá-la através de sua mão de poder. Mão de poder é a mão que escrevemos e usamos nossos instrumentos mágicos. Geralmente o círculo é aberto com o Athame ou a varinha, mas também pode ser aberto com um simples incenso.

Aqui, vou deixar um exemplo simples de como traçar o círculo, mas como disse, é somente um exemplo. Diversos livros trazem maneiras diferentes de como traçar o círculo, aqui deixarei como eu faço o meu círculo.

5334c7a7888c71030b49ef072ec2e0dc

Traçando o Círculo Mágico

Seu altar deve estar no meio do círculo (de preferência) e virado para o Norte. Pegue seu athame, incenso, varinha na mão de poder e erga em direção ao Norte. Feche os olhos, se concentre e imagine uma luz intensa saindo da ponta do objeto mágico. Essa luz é sua energia. Agora vire para o Leste e faça o mesmo, o mesmo com o Sul e o mesmo Oeste. Enquanto faz isso, diga:

Neste momento, convido a Grande Deusa e o Deus Cornífero a traçar o círculo mágico junto de mim. Peço sua benção e que esse círculo seja repleto de energias positivas. Eu expulso qualquer energia negativa e espíritos que não visam o meu crescimento. 

Fique de frente ao altar, eleve o instrumento aos céus, acima de sua cabeça, olhe para cima e continue visualizando a energia saindo da ponta do instrumento. Diga:

Agora me uno à Deusa e ao Deus. Este círculo está intacto e seguro contra qualquer maldade. Está feito.

Pronto, agora você pode dar início às suas magias completamente protegido.

10f8d57e5fda1bf1c2d79336144e6752

Destraçando o Círculo Mágico

Tudo que você começa, precisa terminar. Afinal, sua energia está toda localizada dentro do círculo, se você não o fechar, uma hora acaba se esgotando, ficando sem energias e etc.

Após fazer suas magias e rituais, vamos começar do mesmo jeito que antes: Pegue seu athame, incenso, varinha na mão de poder e erga em direção ao Norte. Feche os olhos, se concentre e imagine uma luz intensa sendo sugada para dentro do objeto mágico. Essa luz é sua energia. Agora vire para o Leste e faça o mesmo, o mesmo com o Sul e o mesmo Oeste. Enquanto faz isso, diga:

Eu agora me despeço da Grande Deusa e do Deus Cornífero. Agradeço sua proteção! Abençoados sejam e sigam em paz! 

Fique de frente ao altar, eleve o instrumento aos céus, acima de sua cabeça, olhe para cima e continue visualizando a energia sendo sugada da ponta do instrumento. Diga:

O Círculo está desfeito! Que assim seja!

FONTE: Texto de completa autoria.

Quadro: Talismãs pt 2

Figa

1fcdd375ef1056abfa157c473110f125

A figa é um amuleto de origem italiana chamado Mano Fico. Mano significa mão e Fico ou Figa é a representação dos genitais femininos, o que associa a imagem da figa à fertilidade e ao erotismo.

Na Itália, este sinal, conhecido por “fica” ou “far le fiche”, pela semelhança com a genitália feminina, era um gesto comum e muito grosseiro em séculos passados, semelhante ao dedo médio erguido, no Brasil.

Na Turquia, este gesto é igualmente considerado ofensivo; nos países de língua inglesa, como nos Estados Unidos, é uma brincadeira infantil em que se simula arrancar o nariz de uma criança de seu rosto.

No Brasil, a figa indica desejos de boa sorte e se usa como amuleto contra mau-olhado, não se sabe ao certo o porquê. Mas, segundo a tradição afro-brasileira, a figa “fecha o corpo”. É um sinal de proteção contra agressões físicas e espirituais.

Olho Grego

olhogrego

Nazar ou Pedra contra mau olhado também chamada “olho turco” é um amuleto de proteção contra o olho gordo, sendo mais comum na Turquia, onde se vê em escritórios e residências, em joias (inclusive para bebês), em veículos, portas, cavalos e até telefones celulares. Os comerciantes do Grande Mercado costumam oferecer aos turistas brindes com o olho gordo desejando boa sorte. Geralmente, você encontra este amuleto no formato de uma gota ou como um ornamento de vidro pendurado, pulseira, ou ligado aos tornozelos. É formado de círculos azul-escuro (ou preto), azul-claro, branco e azul-escuro. O olho grego é um símbolo do olhar divino, que proporciona a sorte, a energia positiva, limpeza energética, saúde, luz, paz, proteção. É usado para proteger pessoas e ambientes contra a maldade, a feitiçaria e a inveja.

Não importa o tamanho, é mais comum encontrá-lo na cor azul e de vidro. Essa cor absorve e filtra as vibrações nocivas. Já o vidro costuma rachar ou quebrar acidentalmente quando saturado de energia – sinal de que o amuleto cumpriu sua função. Os cacos devem ser jogados fora e a peça, substituída por outra nova. Quando usado para a proteção do ambiente, deve ser fixado perto da porta.

FONTE: BARRENCO, Sibyla Rudana. Segredos da Magia: amuletos, ervas, banhos e rituais para todas as ocasiões

Quadro: Talismãs

Resolvi criar um quadro para falar de cada talismã que usamos na magia e para que serve. Não vou falar de todos num post só, então vou dividi-los em partes.

Escaravelho

4c86a8e93958220008ea190b71b7aa91

Proteção contra maus espíritos. Antigamente, o amuleto do escaravelho trazia algumas inscrições (frases, rituais) ou apenas o nome do Faraó ou de alguma divindade. Era importante também no funeral egípcio e servia para proteger o coração do morto na hora de sua pesagem, uma vez que a balança poderia ficar contra o seu dono e por isso era melhor ter mais uma garantia, dada por um escaravelho colocado sobre o peito do morto.

Olho de Hórus

6287f00a0e0a2899d0a3d3d62bf9aa73

Proteção contra doenças, males. Vitalidade. Regeneração. Usado principalmente em joias, o olho de Hórus é uma representação do deus falcão Hórus. Segundo a mitologia egípcia, Hórus, deus dos Céus, teria se confrontado com Seth para vingar a morte de seu pai, Osíris. Tinha cabeça de falcão e seus olhos representavam a Lua e o Sol.

Em confronto com Seth, seu sobrinho, com quem também disputava o poder real sobre o Egito, teve o olho esquerdo arrancado, o qual é substituído pelo amuleto da serpente. O amuleto do olho de Hórus, conhecido também por Udjat, protegia o portador contra doenças e lhe garantia vitalidade, capacidade de regeneração e prosperidade. O olho direito de Hórus.

Uma versão do olho de Hórus faz parte dos símbolos usados pela Maçonaria e pela Ordem Rosacruz, este símbolo representa o “Olho que tudo vê”, o Ser Maior que observa tudo e todos.

Cruz Ansata

bb3ff4aac9fdb5f2bd1ca247a868c28b

Longevidade. Proteção. A Cruz Ansata é símbolo de vida eterna. É importante amuleto de proteção. Em algumas pinturas, as divindades são representadas segurando uma cruz dessas nas mãos. Também significa “espelho de mão” e talvez fosse esta a representação mais próxima do amuleto: “refletir” a vida.

FONTE: BARRENCO, Sibyla Rudana. Segredos da Magia: amuletos, ervas, banhos e rituais para todas as ocasiões.

Magias simples para transformar o seu dia a dia

“Para se livrar de algo que lhe incomoda escreva em três velas pretas palavras-chave sobre o problema. Acenda as velas e peça aos Elementais do fogo que eliminem o mal de sua vida. Os restos das velas devem ser jogados fora de casa. Esse feitiço é ideal para Lua Minguante e você pode pedir também para a Lua.”

“Para tornar o vinho afrodisíaco, deixe sete pétalas de rosa vermelha dentro da garrafa durante sete horas antes de consumir a bebida.”

390edf6c48ac7c21510516028022af28

“Tomar chá de alecrim ajuda a dissolver mágoas de relacionamentos malsucedidos.”

“Para atrair alegria e bem estar para sua casa, lave o chão com chá de alecrim.”

“Para que seu amor tenha olhos só para você, faça um sachê com artemísia e uma mecha do seu cabelo e guarde na gaveta de roupas íntimas dele.”

Fonte: http://www.magianodiaadia.com/

 

Fases da Lua e seus feitiços

Este post é meramente introdutório, apenas para situar vocês quando forem procurar feitiços e não cometerem erros, como fazer feitiços de prosperidade na Lua Minguante.

lua fases

Lua Nova: É uma fase mais para a reflexão, onde a lua está recuperando sua força. Na magia, é muito usada para a meditação ou para pedir algo novo, mudanças em sua vida.

Lua Crescente: Essa é a fase usada para magias de aumento, de crescimento e evolução. Ótimo para feitiços de prosperidade, dinheiro, amor e cura.

Lua Cheia: Esta é a fase mais poderosa da Lua. Feitiços para paixão, sensualidade, sexualidade são muito propícios para esse momento. Feitiços de prosperidade tem uma energia aumentada nessa Lua.

Lua Minguante: Lua perfeita para minguar coisas da nossa vida. Muito propicia para afastar inimigos e eliminar hábitos e vícios de nossas vidas. Ótima para limpezas e para banir espíritos.